Fundação da UNISOES

No dia 10 de junho de 1989, a sala simples de uma instituição aguardava a chegada de líderes de instituições que atenderiam a um chamado de União e, às 18h30, 39 pessoas e representantes de 11 instituições participaram da 1ª reunião, quando foi apresentado o Projeto União de Esforços, objetivando a união de ideais, estimular a fraternidade e a cooperação entre as sociedades que trabalham pelo bem da humanidade.

Firmamos um pacto de União e decidimos construir um colegiado para experimentar uma convivência e começamos a promover reuniões periódicas, de forma que não interferisse as atividades de cada um na sede de cada sociedade.

No dia 08 de julho de 1989, realizamos a 2ª reunião do colegiado, quando foi sugerido o nome do movimento, por Dr. Jesuíno do Grupo Espiritualista Swami Vivekananda: União de Sociedades Espiritualistas – UNISOES. O grupo então decidiu amadurecer sobre o assunto e na reunião do dia 29/07/89 foi aprovado por unanimidade e definiu-se também compor 5 comissões de cooperação, visando atender as atividades que se propusessem a realizar.

O que seria a função deste Colegiado?

⦁ Realizar estudos comuns e não específicos de cada sociedade;
⦁ Prática do serviço fiel e desinteressado;
⦁ Realizar meditação pela Paz Mundial;
⦁ Criar programas que aprimorem a integração entre os participantes com temas eleitos pelo grupo;
⦁ Realizar reuniões mensais na sede de cada sociedade, cabendo à mesma a direção dos trabalhos;
⦁ Realização de encontros com o público.

Em novembro de 1990, resolvemos realizar o primeiro grande evento, centrado no tema União de Esforços: uma perspectiva da Nova Era, neste Centro de Convenções quando apresentamos à comunidade de Salvador a existência do Movimento com um resultado comprovado e a partir de 31 de agosto de 1991 assumimos o calendário com a programação de eventos públicos mensais.

Em março de 1992 acontece o I Encontro Nacional no Centro de Convenções com o tema União para um Mundo Melhor e já contávamos com 11 instituições participando do Movimento. Já era um momento de expansão, uma vez que São Paulo já estava com o Movimento.